5 de novembro de 2010

A tempestade caiu sobre mim
e eu senti que o meu espírito se quebrou.
 Não dei conta do meu erro,
 mas o tempo fez questão de o esclarecer 
E tudo ao meu redor ficou imóvel.
Através dessa tempestade veio o século
e eu senti o meu espírito a voar.
Encontrei toda a minha realidade
e dei conta do que isso custou.
Não te rendas, mostra-me como viver
e promete-me que nunca me irás abandonar.
Eu tentei dizer que não havia nada de errado,
mas interiormente senti que estava a mentir o tempo todo.
A mensagem aqui estava tão clara de se ver,

acredita em mim.

4 comentários:

  1. o meu selo oficial no meu blog, para ti, vai ver se quiseres :)

    ResponderEliminar
  2. oh, obrigada querida!
    tambem gostei muito do teu texto! *.*

    ResponderEliminar